O Índice Big Mac em 2022

Quem não experimentou ou pelo menos ouviu falar de um famoso Big Mac nos restaurantes de McDonald's? No entanto, poucas pessoas sabem que ele deu origem ao chamado Índice Big Mac.

O Índice Big Mac em 2022
Olga Protska Senior Content Writer & 2D Artist
O Índice Big Mac em 2022

O que é o Índice Big Mac?

O Índice Big Mac é o preço do hambúrguer em vários países convertido para uma moeda (como o dólar americano) e é usado para medir o poder de compra.

Tudo começou em 1986 quando a revista The Economist decidiu estimar o valor das moedas por países, com base nos preços de um Big Mac nos restaurantes fast-food do McDonald’s.

Assim, The Economist introduziu um indicador simples do valor fundamental das moedas globalmente.

Por que exatamente o Big Mac foi tomado como um indicador?

A razão é muito simples. O Big Mac é o produto mais bem-conhecido na rede do McDonald’s. Além disso, os mesmos ingredientes são usados para o Big Mac em qualquer país: carne, pão, queijo, alface, cebola, etc. Portanto, os especialistas da The Economist usam somente o Big Mac, em vez de uma cesta de insumos (método mais complexo) para cada país.

A Tabela do Índice Big Mac no T2 de 2022

O Índice Big Mac mais relevante (em julho de 2022) está na tabela abaixo.

Vamos analisar os dados.

A taxa de câmbio da Bolívar venezuelano expressada em termos do Índice Big Mac em 2022 é de 1,94 bolívares por dólar.

Considerando que a taxa do mercado atual da moeda venezuelano é por volta de 5,67 bolívares, em vez de 1,94 por dólar americano, a bolívar está subvalorizada em, aproximadamente, 66%.

Portanto, a bolívar venezuelano é a moeda mais subvalorizada do mundo (mais barata), de acordo com o Índice Big Mac.

Agora, o Big Mac custa US$2,28 na Romênia. Embora o preço do hambúrguer nos Estados Unidos seja US$5,15, a taxa de câmbio da moeda romeno é de 2,14 lei por dólar em termos do Índice Big Mac.

No entanto, o lei é muito mais barato no Forex – por volta de 4,82 lei por dólar americano (em Julho de 2022). Portanto, nós concluímos que a moeda romeno está subvalorizada pelo mercado em quase 56%.

Na lista das moedas mais subvalorizadas, o bolívar e a leu são seguidas pela rupia indonésia (subvalorizada por 54,62%), o rand sul-africano (por 54,52%) e o rupia indiana (por 53,61%). Notavelmente, as moedas da Paquistão, Filipinas, e outros países de baixa renda não estão entre as cinco primeiras moedas mais subvalorizadas em 2022.


Quanto às moedas mais valorizadas, as estatísticas por países mostram que a moeda mais sobrevalorizada (cara) é o franco suíço.

Considerando que o Big Mac custa 6,71 francos na Suíça, a taxa expressa em USD/CHF nos termos do Índice Big Mac deveria ser 1,26 francos por dólar. No entanto, o valor deste par de moeda é atualmente cerca de 0,97 no Forex, o que torna a moeda suíça sobrevalorizada pelo mercado em 30,33%.

De acordo com os autores do Índice Big Mac, o euro também está subvalorizado pelo mercado. O preço médio do Big Mac na zona do euro é de 4,77 euros, o que significa que ele está subvalorizado em 7,47%.

Podemos Usar Este Conhecimento nas Negociações?

Dificilmente podemos utilizá-lo a curto e médio prazo, mas o Índice Big Mac pode ser útil durante as negociações a longo prazo.

Por exemplo, ele pode ser usado como um filtro ao abrir posições no mercado Forex. Afinal, se o iene japonês estiver significantemente sobrevendido com relação ao dólar americano, é melhor que os traders evitem abrir posições longas com o USD/JPY.

Conclusões parecidas podem ser alcançadas para outros pares de moeda Forex.

A principal coisa a se lembrar é que o Índice Big Mac é um indicador verdadeiro do valor fundamental das moedas e pode ser utilizado por traders durante negociações.

Olga Protska
Olga Protska Senior Content Writer & 2D Artist